quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Pituchas de OURO

Hoje vou comentar sobre duas de minhas "pupilinhas" (meio brega isso, né? mas é carinho...) que andam arrasando por aí!!
Descobrí estes dias que as meninas chegaram a ser inspiração para um destes perfis de internet, que disse que era ela dançando... e postou o video das meninas! "Fake" chama isso, né? A pessoa que postou só esqueceu de um detalhe: ela tem 60 anos enquanto essas meninas... bem... são assim, digamos... umas gatas!!!!

Mas tem quem acredite até em saci-pererê, não é? E não é que tem gente que acreditou que era ela mesmo?
Como diria a sábia Shaide Halim: "vou morrer sem ver tudo!"

Daí sabe o que pensei?
Poxa, pra fazer isso é porque deve achá-las lindas!
Vamos então divulgá-las, pois afinal, elas merecem!

Com vocês... (tatararatarara - cornetas de anunciação gente! rs...)

Jalilah El Suheil de Ubatuba, SP
e
Mahayla El Suheil de Aracaju, SE


Primeiro os videos "fakeados" das belas...






Agora outros para apreciação:


Jalilah faturando a noite da conquista com nada menos que Randa Kamel, Jillina, Amir Thaleb e Yoursy Sahrif na banca avaliadora...



E Jalilah com seu grupo de alunas, o Jalilah Raks (integrado por: Sabrina, Izabela, Marina, Emely, Camila e Andreza)



Mahayla faturando o concurso de pop árabe do Rio Orient



E gravidíssima numa apresentação com sua alunas



É isso aí meninas! Continuem estudando, treinando e abalando!
Tenho muito orgulho de vocês!























;)

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Comunicado - carta de esclarecimento

Diante dos últimos acontecimentos, senti a necessidade de esclarecer determinadas notícias não somente ao público, mas aos alunos, a toda a comunidade, mestres e parceiros.

Está cada vez mais comum encontrarmos pessoas incapazes de exercer com amor e dignidade suas atividades neste mercado.

Dediquei minha vida e meu trabalho à arte da dança e o meu maior desejo é continuar a contribuir com idéias, ações e opiniões, para que outros, como eu, também possam aprender. Vale lembrar que durante esses quase 30 anos de dança, continuo tendo a humildade de estudar e aprender com pessoas que me inspiram a dançar com mais dedicação e qualidade a cada dia.

A veracidade do meu histórico me habilitou a extrapolar meus limites profissionais, a desenvolver amizades verdadeiras e significativas e um profundo amor e seriedade pelo meu trabalho, que pode ser observado por minhas vitórias, como no Bellydance Superstars, na gravação de DVDs, workshops e shows por todo o país e exterior, programas na TV, integrar o Bellydance Evolution, assim como representar minha amiga Jillina no Brasil entre outras.

As pessoas que me acompanham durante todo esse tempo sabem exatamente quem eu sou e conhecem bem a minha trajetória. Portanto, são totalmente capazes de discernir sobre o que é verdadeiro e o que é falso.

Depois de tantos anos de dedicação, não seria nem sábio nem sensato da minha parte, uma exposição tal que prejudicasse e difamasse minha postura pessoal e profissional.

É preciso aprimorar a paciência e praticar a tolerância diante desses reveses da vida. Nada que um pouco de sabedoria não dê conta...

Dessa forma, diante do exposto acima, espero ter esclarecido que estes vãos comentários sobre minha pessoa e trabalho, não passam de estratégias ruinosas articuladas por puro despeito e vingança de uma profissional que foi descredenciada de meu método por não ter atingido o nível mínimo de embasamento nem técnico e nem cultural, a qual foi denunciada por suas próprias ex-alunas pelo baixo nível técnico proporcionado em suas aulas (prejudicando o método, a credenciante e as outras credenciadas), além de suas apresentações públicas desastrosas somadas a diversas atitudes anti-éticas.

Sendo assim, continuo à disposição de todos aqueles que investem em seus objetivos com garra e vontade, mas que, mais que tudo na vida, desejam aprimorar cada vez mais a arte da dança justamente por amor ao que fazem.

Com amor, Suheil

Respeitando a Arte da Dança desde 1999

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Publicar ou não?? Aulas de DV na Tv...

Amados seguidores deste blog:
comecei a postar no youtube os vídeos do bloco da tv, conforme prometido.
Em breve estarão tb na pg de videos do site em ordem cronológica, tem até uma pg especialmente criada para eles.

Então por favor RESPONDAM:

Vale a pena continuar pondo os videos aqui pra vcs?
Oou blog não é lugar disso?
rs...

Bom, como sou blogueira meio novata, ADORARIA então saber a opinião de vcs!

Enquanto isso e na dúvida...

Episódio de hoje: oitos deitados

Bjks, Suh



;)

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Aula de dança do ventre na Tv com Suheil - mãos

Conforme prometido... Estarei aos poucos disponibilizando todos os capitulos do dvd "Simplesmente Mulher", episódios reunidos da tv (esgotado desde 2009), no youtube!
Em breve eles também estarão disponíveis na página de vídeos do meu site em ordem cronológica.
Espero que aproveitem!!
Bjks, Suheil

Pilotando O Bloco "A Arte da Dança do Ventre " no programa "Simplesmente Mulher " pela Tv Caju, Suheil ensina de forma popular o Passo A Passo desta arte.

1ª Temporada - 2º episódio (07/03/07): Mãos



;)

domingo, 12 de dezembro de 2010

Diversão também é preciso...

Quem conhece o Edu, o produtor dos meus dvds, sabe que parte de seu trabalho favorito é, além de devorar salgadinhos, digamos, me perturbar! Nossa relação poderia ser estabelecida em algo como "comédia de uma vida (profissional) a dois".
Sendo assim... claro que ele não me deixaria impune!
No mínimo uma revanche inteligente pelos momentos de madrugada adentro que ele sorridentemente me aturou!

Divirtam-se então com os momentos selecionados por Edu Góis para o making off do dvd "Método Acadêmico vol.1"

Bjks,
Suheil



;)

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

ATENÇÃO

CONVOCAÇÃO
Para TODAS as professoras credenciadas
Devido ao crescimento do número de professoras credenciadas nestes últimos anos de aplicação do método acadêmico, se faz necessário uma reorganização e supervisão de nossa estrutura, afim de manter a qualidade de ensino proposta por este trabalho, razão pela qual VOCÊS CREDENCIADAS, buscaram este método de ensino, visando garantir a qualidade de seus trabalhos profissionais.

Dentro de alguns dias, TODAS AS CREDENCIADAS estarão recebendo um novo contrato de credenciamento, mais esclarecedor e atualizado, o qual deverá ser assinado, reconhecido firma e devolvido, normalizando assim as condições e deveres de ambas as partes para a continuidade deste trabalho.

A partir de fevereiro de 2011, só permanecerão credenciadas oficialmente pelo Método Acadêmico Suheil, as credenciadas que estiverem com sua documentação em ordem e as avaliações técnicas periódicas necessárias em dia.

Desde já a gradeço a TODAS vocês que me deram suporte e credibilidade, ajudando a realizar este sonho de proporcionar um trabalho de qualidade no ensino da dança e do folclore do oriente médio. Sem vocês, nada disso faria sentido!

E é no intuito de preservá-las e identificá-las com todo o respeito que vocês merecem, que estamos atualizando e organizando este credenciamento.

Contamos com a participação e a colaboração de TODAS AS PROFESSORAS CREDENCIADAS.




Beijo no coração de cada uma de vocês,
Suheil

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Exterminando um inferno astral

É... parece que o inferno astral deste ano veio mesmo querendo me pegar! Dentro da filosofia budista (a qual eu sigo faz muitos anos), meu aniversário já aconteceu em fevereiro deste ano, pois contamos a vida desde sua concepção... mas segundo as leis burocráticas e ao que parece ser o calendário astral, meu aniversário é semana que vem e estou bem no meio do meu tal "inferno astral". Nunca liguei muito pra isso, mas este ano está demais!!!

Há quem diga que depois da tempestade vêm a bonança, mas tô achando que é o contrário... depois de um ano repleto de realizações profissionais e pessoais, de uma bonança (no dicionário: sossego; tranquilidade de espírito) há muito almejada, a tempestade anual (tipo chuvas de verão, sabe??) chegou.

Como não sou de me entregar facilmente, um aviso:
"Volta pro mar oferenda!"
(não sei se combina muito com o tema, mas foi o dito popular mais parecido que encontrei com o signifado que quero dar a este post).

Nesta vida estou de passagem e EXIJO que a mesma seja em forma de paz, alegria e regozijo.



Não vou me contaminar com quem me têm despeito...
Não terei perto de mim quem me faz mal...
Não darei ouvido as palavras de quem me agride gratuitamente...

E também não proferirei palavras agressivas...
Não acumularei karma negativo causado por ações de desequilíbrio mental... Não me desviarei da Verdade...

Me reservo o DIREITO de ser feliz!!!!
Me reservo o PRAZER de contaminar com minha alegria quem dela gratuitamente se alimenta!!
Me reservo a SATISFAÇÃO de dançar com minha alma para quem a entende (o resto - leia-se quem não gostar - que feche os olhos, mude a página, me ignore, não adicione o meu vídeo...etc, etc, etc...).


Para as questões chatas da vida inventaram os advogados, deixem-os trabalhar!

Se você leu este post e não entendeu nada... não faz mal, "desencana que a vida engana" (afff, outro ditado xulo! Deve ser a influência do tal astral...) e aproveita algo de positivo por aqui, como as palavras do Venerável Lama Thich Nhat Hanh

RECOMENDAÇÃO:
Atento ao sofrimento causado pela fala imprópria e pela inabilidade de escutar aos outros, eu juro cultivar a fala amorosa e a escutar profundamente de modo a trazer alegria e felicidade para outros e assim aliviá-los de seu sofrimento. Sabendo que as palavras podem criar tanto felicidade como sofrimento, eu prometo aprender a falar sinceramente, com palavras que inspirem autoconfiança, alegria e esperança. Eu estou empenhado a não divulgar notícias que eu não saiba serem corretas e a não criticar ou condenar coisas das quais eu não estou seguro.

Ah! E antes que eu me esqueça... a minha frase da semana, de meu mestre, Sua Santidade o Dalai Lama:
"Aprimorar a paciência requer alguém que nos faça mal e nos permita praticar a tolerância"

Estou esta semana, mais que nunca, cultivando a sabedoria... e assim seguramente EXTERMINANDO este inferno astral!

Mas algo, convenhamos, a gente tem que concordar: a vida poderia ser bem mais gentil se dela nos livrassem essas criaturas do mal (carinhosamente por mim apelidadas de "Darth Veiders" - sim, sou fã incondicional dos Jedis e claro, do Luke Skywalker) - "a luta continua" (credo, outro! affff hoje tô infernal mesmo! ok, então tá: "yes, we can!")













Com todo meu amor,
Suheil

ops, só pra constar: alguém viu minha espada lazer por aí???? Tô precisaaaando...

;)

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

II Natal Árabe

Já faz algum tempo que estou devendo esta postagem, acho até que as minhas pituchas potiguares devem até ter pensado que ela não vinha... Mas é só a correria da vidinha mesmo, emendando viagens e com pouco tempo pra relaxar por aqui. Não mais importa, cheguei!

Este ano estive em Natal em março, num evento que começou minha história com essas "pequenas" de uma forma inusitada. Não vou entrar nos detalhes (um mega show aula de como ser anti-ética na profissão) que levaram essas fofas a me procurarem, mas o que de positivo sobrou disso: adotei minhas novas "Pupilas Potiguares".

Elas organizaram uma "Imersão Suheil" (chique gente, Suheil agora em versão saquinho de chá!) focadas em re-aprender alguns temas do folcore que estavam digamos, deficitários...
mas acabamos por criar um laço de tamanha confiança, tão gostoso, tão forte, tão sadio... que as asas de Tia Suh se abriram para abrigar mais estas pequenas. "Unidas pela dança ataca novamente", pra quem conhece o slogan da minha Troupe.

Joelma, eu, Lu e Aini - Pituchas Potiguares (faltou Liginha!!!)

A imersão contou não apenas com os workshops, aulas, conselhos e bate papos deliciosos na padaria mais sensacional de Natal, como também com cursos gratuitos das competentes profissionais locais em seus mais variados estilos.

O mais fofo... (além das camisetas!) não entendí na hora quando falaram que eu não seria contratada pra dançar na festa, era só convidada... "Então tá", pensei.
Surpresa! Ao chegar, a festa era em minha homenagem e dançariam as bailarinas e grupos locais. A mim cabia apenas assistir, aplaudir, comer, beber ... e curtir! Chato né? Já viu isso?

Se eu queria voltar? Sempre!
Fui então convidada a ministrar e a dançar no II Natal Arabe.

Desta vez, mega evento! Resort 5 estrelas, buffet deliciosamente chiquérrimo, Tony Mouzayek e banda, mais, muito mais e tudo o que pede um evento de sucesso.
Essas meninas são mesmo corajosas...

a entrada do salão e o buffet delicioso

e o salão já quase bombando... depois não sobrou lugar nem em pé!!!

Muitos imprevistos aconteceram, incluindo o óbito do pai da Aini, a organizadora (já pensou??). Sem falar em boicotes sem fim que só quem está na estrada há algum caminho consegue acreditar que existem (mas sem nunca entender o porquê...). Pensa que essa pequena se abateu? Nada! Sacudiu a poeira e realizou em Natal um evento como aquela cidade nunca tinha visto antes!!! A alegria da galera era visível, gritante.
O sucesso foi estrondoso! Não há o que questionar.

O hotel, almoço reunido, painel do hotel, tudo de bom...

E o que eu faço aqui hoje? Queria agradecer.

Muitas vezes meninas em começo profissional nos pedem conselhos, até aí isto é normal. Mas uma coisa é você falar com aquela aluna que está com você semanalmente, faz tempo... E outra é lidar com profissionais que você encontra por pouco tempo em momentos vagos de workshops... As vezes não sabemos se podemos ser totalmente francas, tem gente que pergunta mas não quer ouvir a verdade. Tem gente que até se ofende! Mas então até que ponto você diz tudo aquilo que pensa e como resultado recebe... ????? Recebe o quê???

Eu recebi um presente, uma dádiva.

Ví Joelma solando sorrindo e confiante, sem ninguém perceber o nervosismo, o cansaço, e muito menos o stress que há irritava sem o resto do grupo alí com ela...

Parabéns Joelma, arrasou!

Ví Sayonara Brabuleta, minha liiiiindaaaaaa arrebentar com Tony (olha o "Fica Roxo", até ele cantou!) mostrando que pode SIM ser uma Estrela.

Ví Aini vencer o medo e se entregar em seu próprio estilo, nem contra-tudo e nem contra-todos, mas em paz com ela mesma. E arrebentando de sucesso!

Aini, linda e estilosa!

Ví Lú gritando de alegria, agitando na platéia, mesmo quando podia estar no palco. Não posso deixar de fora a Vivi que, não dançou mas, doou até a alma pra que o evento acontecesse.
Não dá pra falar de todas, perdõem... Mas dá pra falar de um grupo que ao ouvir e acatar minhas "insanidades", no fundo cresceu e amadureceu.

Obrigada meninas por deixarem a mestra dentro de mim aflorar com tamanha segurança, confiando e acreditando em meu trabalho. Obrigada acima de tudo por fazerem parte deste grupo tão amado que eu carinhosamente chamo de "Suheil Dance Troupe - Unidas pela dança".

Aqui, encerrando a Mostra de Dança com um Pop

Ôoopaaa! Quase, mas não teve como esquecer de Shahar, seu creme restaurador e suas mãos massageadoras dignas de uma fada... cuidaram tão bem de mim...

Bom, difícil dizer em palavras, o quanto momentos assim fazem a gente querer continuar, transformam em pequenos os demais momentos em que pensamos em desisitir ou simplesmente duvidamos de tudo...

Agradeço por almas tão iluminadas cruzarem a minha trajetória.
Tashi Delek

E pra acabar... um videozinho da minha participacão no encerramento do show.
Até 2011 Natal!!
Bjks
;)

sábado, 18 de setembro de 2010

O encontro das almas

Dizem que na Amazônia a grande atração é o "Encontro das águas" dos Rios Negro e Solimões. Pois é, cada um vive a sua própria experiência.

Eu, no caso, poderia dizer que mais forte do que tudo, a Amazônia hoje representa para mim um verdadeiro divisor de águas em minha vida profissional; divisão esta carinhosamente batizada de:

"O encontro das almas".

Na Amazônia, tendo como cicerone a cabocla mais linda da história, achei que tinha embarcado para apenas mais um trabalho, leia-se, mais um show com workshop em algum maravilhoso novo pedaço de terra que irei alegremente desbravar. Mas eu não tinha a menor idéia do que estava por vir.

Não apenas pela maravilhosa recepção, pelas peninhas de boa sorte, pelo hotel de luxo, pela comida encantadora, pelo show "do boi" na chegada, pelo bolo de aniversário para as colegas, pelas plumas, pela máscara do Pajé, pelo work organizadíssimo numa moderna academia nota 1000 em espaço e tecnologia,...

Nem apenas pelo camarim caprichado e florido, pelo evento rico e bem decorado, pelo palco regionalmente inspirador, pelo show que foi um sucesso, pela aceitação do "Novo" com os corações abertos, por deixar eu enforcar o amigo derbaquista...

Nem tampouco apenas pelos passeios nas horas livres, pelas risadas, pela costela de Tambaqui, pela fumaça do cigarro indesejado, pelas orações dedicadas, pelo garfo extra no Pirarucú, pela pose de bailarina na escadaria, pelo banho de rio, pelo nado sincronizado, pela lama que rejuvenece, pela batatinha frita deliciosamente proibida...

E a Aspirante a Diva? Já viram uma? Xique gente... E essa é legítima!
Outro prêmio que esta viagem me deu: Haifa. Guarde esse nome. Em breve, uma Diva.

Eu, the future diva Haifa e a parceira Shaira antes do show

Sem falar no Bonde do Pirarucú e seu show "Aranha com Pimenta".
Este só quem viu saberá...

Tantas coisas ímpares, inesquecíveis...

Mas nada é grande comparado ao encontro nesta vida com 2 almas que seguramente já tiveram um karma comigo no passado... Arrebatadora, Maíse me conquistou por todos os lados. Mais furtivamente e discreta, a doce Shaira deixou sua marca.

Uma se tornou minha companheira, desfrutou segredos, fresh and legítima "Personal Samber". Mais nova amiga de infância. A outra que já era a "Deusa Guerreira", agora transformou-se na minha super-heroína favorita, a "Cabocla protetora". É, ela cuida de mim... :) Mas nas horas vagas também dança, luta, sobrevive, vira Isis e voa... além de amar o Sadim.

Minha Súper Heroína em ação

E o que tudo isso tem a ver com o tal divisor? A maior e mais rica lição deste encontro: ainda é possível uma dança de paz e de união. Sim, é possível.

Quando eu quase me deixei acreditar que a minha amada dança tinha se tornado um mercado não apenas competitivo mas, cheio de crueldade, arrogância, deslealdade, falsas amizades... Quando eu quase acreditava que o lema da troupe "Unidas pela dança" podia mesmo ser só um sonho infantil... Quando eu quase me convencia de que meus discursos por uma dança de paz eram mesmo só uma tolice de tagarela...

Vocês acenderam a luz. Arrancaram a cortina. Abriram a janela. E eu ví: sim, é possível.

Obrigada.
Do lugar mais puro de meu coração, obrigada.


domingo, 22 de agosto de 2010

Aula de Dança do Ventre na Tv com Suheil - Shime triangular e Mona Said

Após um domingão delicioso com a família reunida... deixei a preguiça de lado e postei mais um vídeo da época da Tv Caju.
Aos poucos eles estarão TODOS na página de videos do meu site, mas... enquanto isso...
curta mais um!
Bom domingão!
bjks,
Suh

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Esclarecendo: não, eu não vou... (BDSS no Brasil)

Não é mais novidade o evento que acontece em setembro: a vinda do grupo Bellydance Superstars para o Brasil. Não é novidade que fui qualificada pelo júri do grupo em audição realizada em Los Angeles em 2004, sendo a 1ª e única até o momento a realizar tal feito (outra brasileira chegou apenas até o estágio 2 em audição na Europa). Não é novidade que meu nome por diversas vezes esteve associado ao grupo. Então a novidade parece ser o fato que eu não estarei participando deste evento no Brasil. Apesar da quantidade de emails, depôs e contatos que tenho recebido perguntando se dançarei no show como convidada, a resposta é NÃO. Não dançarei no show.

Mas sabe o que é de fato novidade? (Aliás, não deveria ser, pois as notícias já são meio velhas embora muita gente não tenha realizado ainda... ). Tô "até a guela" deste mundinho da dança que adora um "diz que me diz". Então saibam por mim mesma. Vim esclarecer.

1. Jillina não é mais coreógrafa nem diretora do grupo e montou seu próprio grupo, o Bellydance Evolution, no qual tive a honra de estar dançando em Nova Yorque, a convite dela, no começo deste ano.

2. Também saíram do grupo Kaeshi e Sharon Kihara (que foram também para o Evolution), Amar Gamal (que virou mamãe), Saida e todas as outras que vocês um dia tiveram como as bailarinas Superstars.

Jillina sendo ovacionada ao término do show do Bellydance Evolution e na linha de trás, no elenco, eu ao lado de kaeshi, Sharon Kihara, Louchia e outras


3. O show que vocês assistirão no Brasil, é coreografado pela moça que tráz o grupo ao Brasil, que me desculpe, não merece nem mesmo citação de qualquer comparação em competência, com a coreógrafa que fez do grupo o que ele foi até o ano passado (Jillina). Afinal, se como bailarina ela não entrou para o grupo, vai agora coreografar seu show? Que os anjos compareçam... e quem tem dinheiro sobrando que compre o ingresso!

4. Trocando emails com o poderoso chefão que virá ao Brasil pessoalmente para a tal seleção, o mesmo desde 2004, questionei se haveria um grupo para a América Latina, um projeto novo ou "o quê?" e ele respondeu que "não, nada mudou". Tradução: se desde 2004 eu não pude estar no grupo por "questões internacionais", observando o fato que tenho entrada livre na Terra do Tio Sam há mais de 30 anos, aonde já estudei, fiquei, fui e voltei diversas vezes, falando fluentemente a língua desde minha infância ... Quem então por estas Terras Brasilis mesmo sendo aprovada em qualquer fase da audição, poderá participar de fato com o grupo? Se quiser empresto minha cadeira... já levantei dela mesmo! Foi no dia que duramente entendí o lado comercial da coisa.

Cadeira perfeita pra sentar e esperar um tempão... Não é?


5. Sobraram no grupo apenas Sônia (que não vêm) e Petit Jamila: aquela que entrou no grupo pelos véus duplos e mostrou sua verdadeira dança com os desafinados snujs no dvd seguinte (para quem conseguiu assistir até o fim!).

Você deve estar se perguntando se hoje de manhã tomei limão azedo. Não.
Mas também não tenho nada a ver com o grupo BDSS, a não ser o título conquistado desde 2004. Estou com Jillina no seu novo projeto.

Meu solo de abertura (que honra!) do show em Nova Yorque

Sim! Claro que eu participaria com carinho como convidada do show BDSS no Brasil, mas não vou. Não fui convidada. Quem é profissional sabe como são os bastidores e as burocracias do sistema. Determinadas constelações não permitem qualquer brilho que emane de outra estrela. As vezes é falta de educação mesmo. As vezes ambas.

Mas o que me deixa azeda mesmo?
É saber que por 6 anos nosso país foi visto como um local sem interesse, de Terceiro Mundo! Não compatível com a proposta glamourosa do grupo. Nem sequer houve o interesse de oficializar uma brasileira no grupo. Agora que o grupo esvaziou por razões que, desculpem, a ética não me permite compartilhar, o Poderoso Chefão vêm buscar no tão desinteressante Terceiro Mundo, o dinheirinho para uma turnê que, lá pelas Terras dele ninguém mais quer comprar?! E tem quem vai pagar! Isso sim é pior que limão azedo. Porque nem sal dá pra colocar...

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Suheil e Djony Mouzayek na festa Jalilah Raks

Estava tentando descobrir esta coisa de unir as contas na net... postei este video no youtube e estou descobrindo como mandar para o twitter, o orkut, e aqui no blog também...
Legal isso! Nossa, tô ficando "muderrna"... quem me viu e quem me....
Aproveita então e curta o vídeo, critique, comente....
bjks, Suh

quarta-feira, 23 de junho de 2010

(Mais) Uma nova etapa

Olá galerinha!

Desde minha mudança para Sampa, entre viagens e remodelações desta nova vinda para a Babilônia (não é mole não ficar 12 anos longe ) não tenho tido muito tempo para estar escrevendo.

A casa ainda não tem sofá, nem mesa de jantar, nem um monte de coisas confortáveis. Mas o que mais está fazendo a diferença mesmo é a internet.

Longe de msn, atualizações e todas essas coisinhas cyber da vidinha, tive tempo (ao menos) para refletir sobre muitas coisas que andam acontecendo. Foi possível dedicar um tempo maior a família e ao meu mega maridão... foi possível andar "atracada" com minha sombra, mais conhecido como meu gato preto Tikinho que, já com bastante idade, coitado, andava abandonado de chamegos... Foi possível também mais uma série de coisas, quase uma pseudo férias e entre elas, engordar vários quilinhos (ok, já comecei a dieta hoje e já voltei ao treino...) comendo delícias de inverno ; vale lembrar que não sentia esse friozinho faz anos... e aí foi possível relembrar também como eu AMO chocolate e vinho tinto.
Bom, também foi possível ouvir com calma e refletir sobre algumas propostas de trabalho. Mas confesso, não rolou nada de concreto. Desculpa minha gente, mas como têm profissional insegura nesse mercado! E pior: más administradoras na mesma proporção de seus egos inflados. Tô fora! Continuo sendo, acima de tudo, da paz.

A idéia de voltar a ministrar aulas regulares (desde 2005 vivo só nos workshops, cursos profissionalizantes e aulas particulares) ainda me seduz. Na verdade me seduz muito!

Estou com saudades dos tempos em que não era preciso dizer "tchau galera, a gente se vê em breve". Neste período conhecí mulheres fantásticas, com diferentes histórias e personalidades. Algumas ganharam um lugar especial em meu coração e outras o título de "AMIGAS". Pessoas que nos encantam e nos fazem querer estar juntas. Mas depois vinha a hora de novamente empacotar tudo e partir. Ah! Que saudade, que buraco essas pessoas deixam em meu coração.

Bem no meio: Déa, Dezza, Luluca e Taís (de SE).
Essas roubaram meu coração e não devolveram nunca mais. Ai, que saudade!


A motivação de querer não partir me aquece os motores. Me ofereceram uma sala. Grande. Posso começar quando quiser. Já limpei. Já providenciei o som. Estou vendo espelhos. Parece que em breve nasce um novo studio. Não como todos os últimos, apenas para meus ensaios e aulas privês, mas este com tamanho suficiente para aulas em grupo. Sinto a vida quase me empurrando a começar aulas regulares novamente. Se não rolar em estúdios alheios, porque não no meu mesmo?

Back to Babilônia. Vamos ver o que o Universo me reserva.
Tashi Delek.

sábado, 22 de maio de 2010

Me ajudem a achar??? OFF TOPIC

Oi Galerinha! O post de hoje é um pedido de ajuda. Minha mãe é LOUCA por estes chinelinhos de couro com pluminhas e o aniversário dela está mega próximo. Já rodei todas as lojas que conheço, sites de internet e já usufruí de todo o boca a boca possível em busca de uma loja que os venda. Sem sucesso.

Como mãe é mãe e a minha em especial é uma daquelas que merece tudo e mais um pouco... Só me restou a alternativa de pedir socorro aqui pelo blog.

Pelo amor de Deus e das filhas desesperadas (para agradar a mamãe)... se alguém souber aonde eu acho um desses, por favor me indique!

Obrigadinha desde já...

Bjkas, Suheil

domingo, 16 de maio de 2010

Desaparecida? Procure entre as caixas...

Oi galerinha! Sei que é quase um padrão a postagem mega esporádica deste meu modesto blog, mas desta vez tenho outra desculpa das boas: minha 13º mudança!

Chegou o caminhão, minha nova "base camp" está sendo arrumada. Nem acredito, estou de volta a Sampa depois de tantos anos... Completamente absorvida entre caixas, cacarecos e pertences diversos, ainda me pergunto como será esta nova etapa.

Motivo? O trabalho, claro! Aqui ainda é a Babilônia. Apesar do medo de ficar sem minha base dentro da natureza intensa, consegui por aqui um cantinho perto de mata, no alto do morro, com vista bonita... grande São Paulo sim, mas um pouquinho mais longe... Santana do Parnaíba (mais conhecida como Alphaville). Perto de tudo... e longe o suficiente para chegar em casa a noite e respirar um ar mais puro.

Agora é colocar a casa em ordem e rapidamente voltar aos ensaios, a preparação de cursos, as gravações dos novos dvds da coleção "lição de casa"... Enfim! Muito trabalho pela frente, que bom!

Estarei também montando uma turma por estas bandas. Vamos ver, ainda estou estudando parcerias... Em breve conto aonde vocês poderão me achar aqui pelas bandas de sampa para umas aulinhas...

Bom, por hoje é isso! Passei só para contar esta novidade.
Continuo com a porcaria do meu Tim Web, que só funciona quando quer, então prometo mais frequência por aqui quando o speed finalmente chegar em minha vida.

Até breve!
Bjks,
Suheil

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Estilo? Todos, nenhum, ou melhor: o meu!

Recebi um email carinhoso de uma fã, que em determinado trecho dizia assim "... amo você e seu estilo único, diferente, alegre de dançar..." entre outras deliciosas delicadezas. Antes que o ego pudesse inflar, veio a lembrança de tempos não tão distantes, quando os comentários não eram bem assim. E parei para refletir.

Estilo. No dicionário: Maneira de dizer, escrever, pintar, esculpir. Excessivo apuro no dizer ou no escrever. Feição; carácter (de produções artísticas e do engenho). Uso, costume. Natureza, espécie, modo, maneira.

Nos idos de 80, na minha época "pós Shahrazad", estilo era algo que nem sequer comentávamos! Pensando bem... imaginem hoje aqueles movimentos "a La" camelos, papyros, faraós... Afff... Péssimo. Hoje só renderiam gargalhadas!

No começo dos 90 éramos apenas "essas malucas reboladeiras". Tinha estilo Najua, estilo Lulu, estilo Samira.
Eu que já começava minhas andanças com Suhaila Salimpur, descobria então o estilo "diferente disso tudo".

Mais pro fim da década as coisas mudaram; com muito orgulho aceitei o título de "Amani brasileira" e fui estudá-la já que diziam que éramos parecidas. Não acho. Nunca achei. Mas "me deram", não escolhí. Fico quieta. Agradeço. Sempre.

eu, na minha porção libanesa
Descobrí Samia Gamal entre outras deusas terrenas naquela época e aí sim me identifiquei - arabesques, giros... passei a usá-los. Sem medo de expressar meu lado bailarina clássica.
Fui taxada de "estilo esquisito" - título este que carreguei durante anos, de forma nada confortável, mas apoiada sempre naquilo que era e sempre foi a base de minha dança: minha alma. "Suheil dança esquisito". "Suheil mistura ballet". "Isso que Suheil faz não é dança do ventre". entre outros... Mas continuei na minha teimosia dançante.

Amadureci. Fiquei ainda mais teimosa. Apurei a minha loucura. Melhorei meus giros, meus arabesques, trouxe tudo que aprendí com outras técnicas de dança para esta minha amada arte.
Teria eu enlouquecido de vez? Bom, não devo estar só no planeta : Sahra Saeeda gostou de mim, principalmente do meu folclore no melhor estilo Reda (seria eu agora egipcia?) e me convidou pra gravar um video em Los Angeles. Fui, claro!

Eu agora era estilo egipcio.
Então a Amani em mim morreu?

eu, na minha porção egípcia

Assistí a mega shows de dança do ventre como nunca tivemos no nosso país até então... ví muita coisa nova, que pra mim, eu achava que era delírio meu... mas existia de fato. Em Hollywood, não faz mal! Hehe

Dancei na conquista das Superstars e ganhei! Provavelmente por este meu estilo "esquisito". Em 2004 , hoje quem cala a boca, na época criticava o trabalho de vanguarda do grupo. No final o mundo (ou quase todo ele) se rendeu as novas esquisitas.

De volta ao Brasil, Suheil se tornou então "estilo americano". Era assim que me anunciavam em shows ao lado das bailarinas KK, ditas as de estilo egipcio ou as bailarinas do Omar, as de estilo libanês.

eu, na minha porção americana

PERAÍ !!!! Então a egipcia em mim morreu? E nem me convidaram para o meu segundo funeral... Bom, daí pra frente fui estilo brasileiro (quando lá fora) e todas os rótulos e etiquetas que me estamparam. Para algumas, ainda A esquisita...

Viramos o século. Viva a argentina Saida, que comparada a mim, deixou o meu ballet do ventre pequeniniiiiinho... Umas amaram de cara, afinal os tempos são outros. Outras se renderam só quando era um ET quem a criticasse. Viva a hipocrisia! E assim evoluímos... Estamos em época de Randas Kamel em cada esquina, assim como outras passaram... muitos, inúmeros clones dançantes.

E foi então que aconteceu o FIEL de 2008, com a grande Raquia Hassam. Dançamos no show de abertura : Gada Kanam (Chile), Jade, Elis Pinheiro, Angeles, as melhores professoras da Luxor... e no dia sequinte antes de começar a primeira aula as 9 da matina, a mestra Raquia parou para umas palavras. Algo assim: "Não gostei do show de ontem! Ví diversas bailarinas, todas muito boas, mas todas dançando iguais. Não ví estilos, ví cópias. Os mesmos movimentos, tudo igual." E assim foi acabando em comentários com todas as beldades...

No intervalo, não me aguentei. Precisei ir até ela e pedir que me avaliasse de forma individual. Ela perguntou: "Quem era você ontem"? Respondí: "a de verde, a única de macacão segunda pele..." e ela então me interrompeu com um par de olhos arregalados, a face pra trás na nuca, uma surpresa impossível de esconder. Juro, ví a morte pra mim! Pensei: acabou aqui minha suposta carreira.

FIEL - "A única de macacão segunda pele..."

E foi então que ela soltou as inesquecíveis palavras: "I do liked you dancing! So much! Your are unique, you're not copying anyone. I see you dance, I see you can feel i t!! I can see your soul dancing... Wonderful." quase em transe, achando que delirava, pedi então que ela me fizesse uma crítica, algo que me fizesse crescer. Ela parou, coçou a testa, sorriu e me disse: " You want me to say something for you to grow? (risos...) Keep dancing with your soul." *

E assim, com cara de quem me ama, ela passou os 3 dias de aula me mandando piscadinhas, sorrisos... e disse para procurá-la se um dia eu fosse ao Egito. Ela cuidaria de mim.
AAAAAAAAAAAAAgora sim morri! Ela, a deusa viva, a diva, a mestra... gosta de mim!!!

Mestra Raquia - ela gosta de mim! ebaaaa

E desde então, desculpe a expressão xula, eu "liguei o foda-se".

Estilo? O meu! Aquele que faz meus olhos brilharem quando danço. Aquele que meu corpo decide sosinho usar conforme sente a música. Sem rótulos. Sem pretensões.

Moral da história? Garotas, parem de perder tempo e descubram a dança de onde ela realmente deve vir: de seu coração, de sua alma. Dance porque você é feliz! Dance poque você quer, porque você pode! O resto? É tudo bobagem.

eu e o meu prazer em dançar pra mim mesma...


*
traducão: "Eu realmente gostei de você dançando! Muito! Você é única, você não está copiando ninguém. Eu vejo sua dança, eu vejo que você a sente!! Eu posso ver a sua alma dançando... Maravilhosa." (...) " Você quer que eu diga algo para você crescer? (risos...) Continue dançando com a sua alma."


terça-feira, 30 de março de 2010

Páscoa com sabor... Off Topic

A Páscoa está chegando e eu não poderia deixar passar em branco um fato ocorrido em minha última estadia na deliciosa cidade litorânea de Ubatuba. Vou explicar.

A minha amada Aziza El Suheil, sempre foi uma "quituteira" de mão cheia. Não sei se pelo conhecimento culinário ou pelo amor investido em tudo o que ela faz - acorda cedo, cuida das galinhas, dos cachorrinhos, das crianças, do marido, ... tudo com dedicação, carinho e amor absolutos. Não bastasse, ela vive no meio da floresta tropical, cercada de pássaros e da mais intensa natureza, cercada de um rio de água pura e transparente. Imagina o astral e a energia desta criatura divina. É neste ambiente que essa "menina danada" sempre preparou bolos naturais e cházinhos de frutas que faziam as reuniões da escola serem sempre focadas e rápidas (claro, pra chegar logo a hora da comilança!).

Pois bem. Estava eu lá em Ubatuba ministrando um workshop, chega ela com sua sacolinha. Hum... E me dá de presente um ovo de Páscoa antecipado. Disse ela: "minha nova criação".

Cheguei em casa, tomei banho e fui provar o novo invento.

Não. Nãaaaooooooo!!!! Decididamente vocês não tem idéia do que esta "gênia alquimista" criou: um ovo de páscoa de pão de mel!!!!


Não estou falando daqueles pães de mel recheados, doces a beça, que você encontra até em padaria. Nem mesmo os melhores que eles. Estou me referindo a algo que poderia estar em destaque, juro (!), nas prateleiras da Kopenhagem ou da Godiva!!!!

Há muitos anos eu não comia algo nem sequer parecido!! O chocolate, não muito doce, suave e que derrete na boca, tem entre duas camadas o pão de mel. Sabe aquele sabor de infância, de doce original, coisa que quase não se acha mais? Pois é. E ainda tem frutinhas cobertas de chocolate como recheio dentro do ovo!



Bom, pedí a ela se não dava pra fazer um com 1,60m pra eu morar dentro, no estilo fábula João e Maria. Problema: eu comeria a casa toda em poucas horas e a bruxa me devorava rapidinho!

Ela me disse que estava fazendo os ovos sob encomenda para quem quisesse. Não acredito! Finalmente teremos acesso ao sabor incomparável de suas criações, até pouco tempo atrás disponível apenas quando Deus ouvia minhas preces pedindo que ela me trouxesse mais um agradinho... Deus existe e acho que ele cansou de ouvir meu xoxorô e resolveu logo isso de uma vez por todas. Obrigada, amén.

Sei que este blog é de dança. E sei que como eu muitas de vocês também recuperam suas calorias queimadas com prazeres do paladar como este. Não poderia deixar de fazer este post. É quase uma boa-ação: vocês experimentam um néctar de deusas e eu ajudo minha amada pupila a vender seus docinhos....

Quer encomendar? Anota aí:
(12)9784.8066 ou (12)38361763 ou (12)91280864

Eu já encomendei os meus!!!

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Destilando um certo veneno - Espadachins profissionais, aprenda tudo, reciclagem e dança de Deus. Aff!

Olá galera! desde que cheguei de viagem penso todo dia que preciso sentar tranquila pra escrever um pouco. Falta relatar como foi a viagem, como foi o show do Evolution, o do Je'Bom (tem gente que está achando que o "Brasileirinho" foi meu show! Calma, foi só uma balada árabe em NY), os workshops novos... e como é linda Nova Yorque com neve!
Falta também falar sobre minha próxima homenageada que está pra lá de atrasada por aqui... Falta também sobre o novo curso de professoras que se iniciou e diversos outros assuntos... Todos sérios, pra variar minha pseudo-caretisse. Rs...
Mas confesso: ando meio "de sacola lotada" com tanta coisa que preciso terminar, que não ando com muito tempo - e também estou completamente sem inspiração (e/ou quase sem respiração também!).

Hoje foi uma noite atípica e acabei por me pegar aqui. Fazendo o quê? Na verdade acho que dando uma relaxada... Não tô podendo escrever algo muito sério. Vou só destilar um certo veneno que andou me contaminando ultimamente... Pode ser?

Não vou precisar para isso descrever o procedimento sério que é cada curso meu; se você está aqui "me lendo" é porquê no mínimo sabe da minha luta profissional. Não faço nada de forma aleatória, sem paixão e muito menos sem dedicação plena de minha alma ... Daí o meu envenenamento.

Vou direto ao ponto: Não dá pra aguentar o festival de promoções que está virando minha amada e respeitada (ao menos por mim!) arte da dança do ventre. Será que este meio está virando palhaçada!??

Explico: abrindo meus email hoje na tentativa de dedicar algum tempo as lindas moçoilas que me escrevem com tanto carinho, deparei com 3 propagandas que não posso me calar! Sem falar que há alguns dias atrás descobrí o paradeiro de um serzinho sumido. Hoje explodí!!

A primeira das propagandas dizia: Curso profissionalizante de espada. Por Deus!!! Será que a moça entrega certificado de espadachim no final? O que é ser profissional de espada então? Cada uma... Acho que vou sugerir novo tema pra ela : como aparecer sem pendurar melancia no pescoço. Aff... Que xulo! Que mais falta criar para arrancar o dinheiro destas estudantes sedentas e muitas vezes sem critério de avaliação?

A segunda é ainda pior: a pessoa oferece um curso profissionalizante do método de sua companhia de dança: aquela que tem 2 bailarinas e um ente familiar. Que método? Ela entrou no mercado não têm nem 3 anos! O curso ainda inclui entre outras maluquices, noções básicas de inglês, espanhol e árabe! Fala sério? Quem consegue aprender qualquer uma dessas línguas sem no mínimo um cursinho de um ano, duas vezes por semana? Sem noção de nada, seria melhor definido o tema. Só lendo pra crer. As professoras oferecidas? Todas famosas, mas nenhum nome divulgado. Me lembrou aquelas revistinhas... Tipo: aprenda a dançar enquanto dorme. Tem quem acredita nisso? Deve ter senão a moça não estava vendendo...

A terceira oferece reciclagem. Melhor mesmo, pois vindo desta determinada professora, acredito, perdão pela sinceridade, só pode ser mesmo um lixo. Pois lixo é reciclável. Aprendizado se atualiza, se aperfeiçoa... Lixo se recicla. Detalhe: oferece participação em seu novo dvd. Novo porquê? Já tem algum anterior?Alguém aguenta mais que um ? É, talvez...


AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

Agora se retorça: sabe aquela moça que publicou dois livros mas não escreveu nenhum deles? Aquela que copiou um monte de coisas de um monte de gente? Que tirou dinheiro de outras várias e não cumpriu o que vendeu? Sim, ela mesma, que tentou também copiar descaradamente meu método (viva o registro!). Aquela que organizava um evento tão famoso que foi cancelado por falta de público ano passado? Ela sumiu, né? Saiu do mercado... Você que pensa! A moça só mudou de sobrenome! Algo semelhante a "Falsine", combinou super bem. E pior: agora ataca em nome de Deus! Virou evangélica e vende agora a "Dança ao Rei" - não é Roberto Carlos ou Elvis Presley não... é Jesus mesmo! Coitado, mais essa - "perdoa de novo Pai, ela realmente não tem idéia do que faz"... Agora seus cursos são apostilados por ela mesma, seus videos caseiros didáticos só mudaram de endereço de blog ... e de figurino : agora ela se cobre toda! E se você pensava que ela tinha saído do mercado entre outros porque as portas se fecharam pra ela quando a verdade veio a tona, se segura! A moça relata : "criei um castelo pra mim, cheguei à um patamar altíssimo da Dança (...) Esse ano em janeiro minha agenda já estava lotada até setembro, tinha um reconhecimento tão grande que chegava até a decidir quem seria juri nos grandes eventos árabes..." entre outras baboseiras. Quem não te conhece que te compre! Coitado desse povo! Não bastava alguns pastores sem fé, agora tem bailarina também!


É revoltante demais chegar em meu país e descobrir tanta enganação pública assim ,descarada, nos email de muita gente, em sistema de mailing list. Não consegui calar desta vez!

Nas eleições, na política, a gente já se acostumou. Terrível...
Será que chegou a vez de condenar também a arte? Livrai-nos, Amém!

Desculpe o desabafo! A Suheil ética e ponderada volta no próximo post!


domingo, 31 de janeiro de 2010

Suheil at New York in Bellydance fusion "Brasileirinho"

Enquanto não faço uma "reportagem completa" (rs...) dos bastidores do Bellydance Evolution, envio aqui ao menos o show no Je'Bom, com a apresentação do "brasileirinho" que eu havia prometido.

Valeu a força galera!

Bjkas de Nova York

Suheil

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Feliz, muito feliz...

Feliz, tão feliz , que quase sem palavras... Deixo a imagem falar por mim... Olha meu nomezinho aí no elenco...

E para arrebentar meu pequeno coração...
Esta semana Jillina me convidou para abrir o espetáculo com um solo no pré show... Ela escolheu a coreografia e convidou! Assim , simples :)
Vai ser esta aqui (já conhecida de alguns de vocês....)

video

E se ainda couber aqui dentro ...

Também estarei com show no Jebom, sim, lá em Nova York!!! Por lá já passaram Jillina, Thamalyn Dalal, Sharon Kihara, Kaeshi,... entre outras!

Se estou sonhando? Bom... acho que não, é real mesmo!
Mas, por garantia...
NEM PENSE em me acordar!!!

Embarco nesta quarta... UHU!!!

Bjkas,
Suheil

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...